O QUE ESTÁ CORRETO, MORRER PELA PÁTRIA OU VIVER COM ELA LIVRE, PRÓSPERA E JUSTA…???

Desde criança, sempre agi em favor da vida, sejam das pessoas, dos animais, das plantas, dos minerais e rochas, pois costumava sentar nestes últimos para descansar, meditar e conversar com os estranhos, que amiúde, tornavam-se grandes amigos.

Cresci e em determinado momento, fui preparado para defender a pátria.

Naqueles dias difíceis, a pátria não era nossa, era de uns poucos…

Não sei se este quadro da realidade mudou, mas o certo é que fui treinado para matar, com competência e precisão…

Já atirei com armas pessoais de todos os calibres (do 22 ao 45), já usei minas e armadilhas, granadas de mão (ofensivas e defensivas), metralhadoras que iam da pequena submetralhadora INA, passando pela Matzen, até chegar na ponto 50 (que derruba aviões)…  Experimentei o poder de fogo do mosquetão, fuzil, até do FAL (fuzil armamento leve) e chegando  ao FAP (fuzil armamento pesado); detonei explosivos que derrubaram construções sólidas, com petardos algumas vezes, com cordéis detonantes em outras… Por causa destes cordéis detonantes, que parecem mangueiras coloridas inocentes, flexíveis, sempre tomei cuidado na hora de comprar mangueiras para jardim…

Recebi treinamento puxado, com a  aplicação de artes marciais combinadas num enfrentamento corpo a corpo, com o inimigo armado de faca, revólver ou baioneta… Se você não tiver preparo, nunca reaja.

Atirei com bazooka (ou lança-Rockets, ou lança-rojão) para destruir tanques, arremessei bombas de gás lacrimogêneo… mais recebi do que arremessei, atirei com os temidos projéteis de artilharia, através de obus auto rebocado  (canhões para os leigos) e os blindados (tanques de guerra)… Foi com um tiro de artilharia 105mm, carga 7, que quase fiquei surdo… Pois deveria ter aberto a boca…Mas não vi, estava de costas, falando ao rádio com o PO (posto de observação), distante 11 km de onde me encontrava naquele momento…

Em suma, só não atirei com mísseis e bombas atômicas… E nem com armas químicas e biológicas. Ainda bem…Melhor ainda, nunca precisei matar ninguém…

Já fiquei uma semana em mata fechada, sem comer, sem dormir, molhado por chuva fina e insistente, esperando pelo ataque do inimigo, fosse pela frente, pela retaguarda ou pelos flancos…

Uma só dessas experiências serve para valorizar a existência de um lar com chuveiro aquecido, e afirmar o valor da paz, do entendimento entre os povos, e do respeito que cada ser humano deve ao seu próximo!!!

Através do respeito, nasce a coragem de amar… E amar, é atitude de pessoas corajosas!!!

Pois para amar, é preciso saber e querer cuidar, enfrentar e vencer as adversidades!!!

O maior inimigo de alguém não são os outros, que me perdoe o Bertold Brecht…

O maior inimigo de alguém é nunca ter se permitido amar; portanto, está em si próprio!!!

Tenha uma ótima quarta-feira… Forte abraço… Paz, alegrias e amor para você!

canhão fuzil. fuzil pesado fuzil 1 Guerra granada granada-temporizada-06 cordel detonante defesa contra faca submatralhadora HK MP5 tank-9 treino-krav-maga Orientaiskrav1a1 krav3 KRAV6

respeito ao professor

2 6 sol 19

sol 17

Rosa

Anúncios

Publicado em 27 de março de 2013, em ATUALIDADES, FILOSOFIA, GUERRA, INFÂNCIA, INFORMAÇÃO, JUVENTUDE, MATURIDADE, PAZ, PENSAMENTOS, POLÍTICA, REFLEXÃO, TECNOLOGIA e marcado como , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. OI AMIGO CONCORDO ..PARABÉNS….PELO TEXTO .ABRAÇOS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: