DESOPILÂNCIA 3

O Brasil se afirma no cenário internacional como um país com forte miscigenação racial. É um país mestiço, com mistura de cores, de línguas, de culturas, de sotaques. Por isto, acho que o brasileiro é o povo mais poliglota do mundo! Mas como nem tudo pode ser perfeito, fala-se muito, ouve-se pouco. Agora entendo…

MALDITO SOTAQUE… NÃO É DE SE VER QUE ELE SEMPRE FALOU A VERDADE!?

snake-fangs

Maluf

———————————————————————————————————————————————————————-

A ESPERANÇA COSTUMA SER A ÚLTIMA INSTÂNCIA DA INSISTÊNCIA… PARA FAZER MOVER AQUILO QUE NÃO MORREU AINDA!

 COM VOCÊS, PODEM TOCAR O SINO, POIS PISANDO NO TOMATE, CHEGOU A HORA E A VEZ DO PEPINO!!!

A VEZ DO PEPINO

———————————————————————————————————————————————————————–

– Pai, me faz um vale de R$50… Quando receber no fim do mês, lhe devolvo!

– Quarenta filho? Mas pra que trinta! Vinte é muito… Tá aqui dez reais, me pega uma cerveja no bar e pode ficar com o troco… Aceito sim, negócio fechado!!!

Você acha engraçado isso né? Pois é mais ou menos assim que o governo de São Paulo costuma tratar os seus funcionários públicos. A APEOESP (Associação dos Professores da rede pública de SP), já  havia anunciado o ínicio da greve da categoria na sexta-feira (19). Pois bem, na quinta-feira(18), o Secretário da Educação publicou uma carta aberta, convidando os professores a desistir da greve, pois eles receberiam em junho um aumento salarial de 8%. Só que as perdas acumuladas desde 98 já bateram nos 37%, por conta da inflação. O governo deve 37% e diz que vai dar um aumento de 8%. Posto assim, não precisa ser nem um expert em matemática para saber que a categoria receberá um “aumento” de 8% mas ficará no prejuízo de 29%, que é o que falta para atingir os 37% já surrupiados pela inflação. Então não houve aumento algum, pois se entende por aumento real de salário tudo aquilo que for oferecido após a recomposição das perdas. Jogo de palavras, sempre. Para ser justo, o governo deveria aplicar um reajuste de 45% então. Sim, 37% pela recomposição salarial, mais 8% pelo aumento real de fato.

Ah, mas aí o governo vai quebrar dizem eles. Vai completar 20 anos de PSDB no comando do governo do estado, desde quando o FHC era presidente do Brasil, no seu primeiro mandato. Então, porque é que o partido político do governador se calou quando o FHC, do mesmo partido, na esfera federal, apontou para a descentralização do ensino? Sabia que os estados e municípios não teriam cacife econômico para bancar os custos da educação municipal, a tão badalada municipalização do ensino! Ah!, mas quem sabe não seria uma boa estratégia para diante do impasse que viria, anunciar então a privatização do ensino público brasileiro! É, porque de privatizações, eles são eternamente apaixonados! Mas não contavam com a mudança de mãos da presidência da República, migrando do PSDB para o PT, que já completou 10 anos. Aí o PT incorporou esta desoneração de responsabilidades pela educação, porque desafogou Brasília deste abacaxi, e era mais cômodo também. Hoje, o governo federal arca com no máximo 20% dos custos da Educação Básica. E os estados e municípios, por sua vez, não têm caixa suficiente pra bancar. E os professores no meio disto tudo, tomando de cima e dos lados.

Professor mal pago leva à queda da qualidade do ensino. Qualidade de ensino ruim, prejuízo certo para a sociedade e o futuro do país. O descontentamento da população se reflete no aumento da violência contra o professor e no adoecimento desses profissionais por conta das pressões, cobranças (justas) e frustação profissional pela falta de resultados satisfatórios. Criou-se, assim, um círculo vicioso perverso e que nehum partido político assumiu a sua responsabilidade por isto. Oras, quando não há culpados definidos, então é porque todos são culpados. Simples assim. Nunca antes na história política deste país, houve tanta incompetência, jogo de empurra-empurra, corrupção, mentiras e desmandos nesta proporção. Então, se há um deterioramento progressivo da qualidade do ensino, o mesmo se vê na capacitação política dos nossos dirigentes eleitos. Lei da reciprocidade, governos ruins criando uma educação ruim, que por sua vez irão formar cidadãos ruins, que votarão mal, nos ruins mesmos, e aí a máxima: todo povo tem o governo que escolheu, e todo governo tem o eleitor que desejou. Você já imaginou onde vai parar isto?

Minha esperança vem da ciência, quando a física afirma, com comprovação experimental, que só se muda a inércia de um corpo com a aplicação de uma força não-nula. Se o voto é uma força, então não é o voto nulo que vai mudar alguma coisa, certo? Então, para conquistar a força dos votos, deverá comparecer já nos próximos pleitos, lideranças novas e com a força moral-intelectual para sacudir a nação. Mas você está vendo luz no fim  do túnel? Só se surgir uma nova recomposição partidária, com os partidos políticos se namorando pelas suas identidades de ambição, pois ideológicas já não há faz tempo. Quem sabe o PSB assuma o papel de catalizador das ligas idôneas  e isentas moralmente, que  todos desejamos e ansiamos que aconteça logo. Enquanto isso, temos de engulir que 8% é mais que 37%, e que um reajuste ínfimo que não atende nem a necessidade de recomposição do poder de compra do professor, desfile por aí com status de aumento real. Tenha dó.

Mas como a vida ensina que não há bem que sempre dure e nem mal que nunca se acabe, a expectativa fica por conta de que a expressão facial do governador aí em baixo, deva se tornar mais carrancuda ainda. Para ficar exatamente igual à cara do povo que o elegeu. Pois semelhante atrai semelhante. Pelo menos no que tange à esfera psíquica-emocional-moral, é assim que funciona!

snake-fangs

Alckmim quer oito anos de prisão para menores

———————————————————————————————————————————————————————–

Agora, vamos falar de um assunto que tem roubado o sossego do povo, nas ruas, no trabalho, nas baladas e nas casas…

Sim, o aumento da criminalidade e da violência banalizada, merece que saibamos conhecer a opinião de quem realmente entende a sua… Com a palavra, o povo…

Mr Bean 1

Bandido bom é bandido morto.
Mas a regra não se aplica ao Playboy que revende drogas na faculdade.

Bandido bom é bandido morto.
Mas a regra não se aplica ao dono de carvoaria que usa trabalho escravo e o infantil.

Bandido bom é bandido morto.
Mas a regra não se aplica ao empresário que sonega milhões.

Bandido bom é bandido morto.
Mas a regra não se aplica ao “filhinho de papai” que bêbado, atropela e mata alguém.

Bandido bom é bandido morto.
Mas a regra não se aplica aos que usam terno e gravata e sacam da caneta.

Bandido bom é bandido morto.
Mas a regra só se aplica aos bandidos pobres e favelados que não têm para onde correr”.

Wernner Lucas

(texto adaptado)

mrbean-400x266

http://maquinacoes.blogspot.com.br/2012/12/bandido-bom-e-bandido-morto-mas-depende.html

———————————————————————————————————————————————————————–

Num país em que professor é “tio” e técnico de futebol é “professor”, o que se pode esperar da educação e da valorização do professor? Há que se mudar de tática para reverter esta cultura de falsas intimidades nas escolas e de falsos respeitos nos campos de futebol. Quem sabe ensinando a garotada a fazer gols de letra, mas letra mesmo, incentivando fortemente a leitura na escola e fora dela também! Mas lembrei-me do Vanderlei Luxemburgo, o técnico do Grêmio gaúcho, o popular professor “Luxa”. O Grêmio foi até o Chile encarar o time do Huachipato (pronuncia-se Uakipato), valendo vaga para as oitavas de final da Copa Libertadores da América. E se deu bem arrancando um dramático empate de 1×1, o que lhe valeu uma vaga. Aliás, as seis equipes brasileiras seguem na competição. Mas voltando ao Luxa, ele dizia que queria experimentar o famoso salmão chileno. Mas o que ele provou mesmo foi uns cascudos. E na cabeça, ao final da partida, onde os jogadores das duas equipes se envolveram numa confusão. E a competição segue e bem longe do tão sonhado padrão disciplinar da Champions League européia. Mas acho que serviu pro Luxa calar a sua boca, que frequentemente ele abre pra reclamar da arbitragem e provocar os jogadores e técnicos rivais.

Mas, aproveitando da sua curiosidade e disposição de pensar, responda cá pra nós…

– Quem foi que mutilou a estátua do “Aleijadinho” ?

– Quem expulsou São Bernardo do Campo? Dizem que foi o Juiz de Fora. A mando de quem? Dizem que foi do Governador Valadares.

– Porque a vaca baba? Dizem que é porque ela não sabe cuspir.

– Quem que cura o médico doente?

– Quem foi que pichou o Banco de Boston? Duro não? Agora, quem manchou  a Maratona de Boston? Estão tentando descobrir ainda, mas já se sabe que um dos suspeitos foi morto pela polícia.

– Quem que cobriu  a Branca de Neve? Olha, melhor parar com tantas perguntas, não é? Mas, falando da Branca de Neve, lembrei-me de uma aventura dos sete anões.

Os sete anões fizeram uma excursão ao Vaticano e, chegando lá, foram correndo falar com o Papa. Dunga, o mais agitado dos sete, foi logo perguntando:
– Papa! Papa! Aqui no Vaticano tem alguma freira anã?
O Papa ficou constrangido com a pergunta do pequeno orelhudo, mas respondeu, sem perder a calma:
– Não, meu filho… Não existe nenhuma freira anã no Vaticano…
– Anhh… – decepcionou-se o anão, enquanto os seus amigos cochichavam, segurando as risadas.
– Mas, Santo Papa, existe freira anã na Itália, não existe?
– Não, Dunga! Na Itália também não existe nenhuma freira anã…
Os outros seis riram, agora um pouco mais alto e Dunga não desistiu:
– Mas… Excelentíssimo Papa, na Europa tem freira anã, não tem?
– Não, Dunga, não existe freira anã em nenhuma parte Europa…
Até que os outros seis anões não se agüentaram e soltaram gargalhadas. Mas Dunga persistiu:
– Anhh… Senhor Papa, deve existir freira anã na África ou na América, não é?
Então o Papa começou a perder a paciência e disse:
– Não, Dunga! Não existe freira anã na África, nem na América, nem na Ásia, nem na Oceania, nem em lugar nenhum, porra!
Bom não se esquecer que o Papa agora é argentino, por isso essa explosão com a insistência do pobre Dunga. Os seus pequenos amigos, que já estavam rolando e chorando de tanto rir, organizaram uma roda e começaram a pular e gritar, em coro:
O Dunga comeu um pingüim! O Dunga comeu um pingüim!

Mas nós também temos um Dunga, o capitão da seleção brasileira tetra-campeã mundial de futebol na Copa de 94, nos EUA. Só que ele não é anão, e atualmente dirige a equipe do Internacional, o colorado gaúcho, rival tradicional do Grêmio do Luxa. E dizem que ele quer implantar um padrão de jogo de equipe grande, para não dizerem que ele é anão!

Anúncios

Publicado em 19 de abril de 2013, em ATUALIDADES, CHARGE, CIÊNCIA, CIDADANIA, CIDADES, CULTURA, ECONOMIA, EDUCAÇÃO, FILOSOFIA, HUMOR, INFORMAÇÃO, JUSTIÇA, JUVENTUDE, MATURIDADE, PARADIGMAS, PENSAMENTOS, POLÍTICA, REFLEXÃO, VOZ DIGITAL e marcado como , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: