Danado este Dana… Melhor seria se fosse um Black-White!

Dana White.
Dana White é um empresário e ex-pugilista norte-americano. É o presidente atual do Ultimate Fighting Championship, o famoso UFC, e o homem mais poderoso da bilionária indústria do Mixed Martial Arts.

O Dana White está pagando uma de modesto, mas com a intenção nada modesta de fazer propaganda subliminar para o dólar capeta, ao confundir fracasso com fraqueza, sucesso com felicidade, meta com sonho. Ele sabe sim, o que é ter sucesso… É fazer prevalecer as suas metas passando um rolo compressor por cima de quem quer que seja, inclusive de antigos parceiros. Basta ver o extrato da conta bancária dele.

Agora, ser feliz? Ah, pela cara dele ele não sabe não! Porque pra ser feliz, uma pessoa tem de aprender a respeitar as outras, descobrir e impulsionar os seus sonhos, buscando sentir o prazer de realizá-los na companhia dos sonhos das demais. Pra isto, deve se ter muita sensibilidade, coisa que um brutamontes não desenvolveu ainda. Do amor, então, ele nada compreende além do que seja só mais uma palavra no dicionário, ou de um som que seus instintos obcecados por vitórias apenas ouvem, mas não escutam!

Resumindo: Pra se ter sucessos, basta ter olhos e ouvidos que façam salivar… Pra ser feliz, necessário se faz ter olhos pra ver, ouvidos para ouvir, e colo corajoso pra compartilhar a paz de um sincero abraço!

Ou, em síntese: ter sucessos é participar de um jogo com regras definidas, de metas traçadas, com tempo cronometrado e muito suor físico derramado… Já, ser feliz, é participar de um jogo aberto, com princípios éticos compreendidos e aplicados na sua vez de jogar, onde o tempo dá as fichas, você faz apostas usando o seu cacife de sentir e compreender, dar e receber, sorrir e agradecer, mas só a eternidade pode premiar os sorrisos dos seus legítimos vencedores!

Nem todo aquele que tem sucessos já sentiu o que é ser feliz. Mas, seguramente, o que é feliz já é um ser bem sucedido, pois sente de graça tudo aquilo de bom e gostoso que a vida pode proporcionar, e que nem todo o dinheiro do mundo consegue, muitas vezes, ter o poder pra conquistar!

O pupilo dele, Anderson Silva, quando não sabia o que era ter sucesso, venceu! Já, quando conheceu o sucesso e a este se ajoelhou, o sucesso lhe anestesiou o foco e a mente, menosprezando o oponente, considerando todo adversário como fraco. O resultado disto todos conhecem: simplesmente afinou, e não foi só a voz, e pagou o mico de se apresentar aos olhos do mundo como um pobre descontente, quando beijou a lona! Teve sucesso, mas foi fraco!

A pessoa que tenta agradar todo mundo, mas compreendendo que ela faz parte do todo, tem enormes chances de ter sucessos objetivos, materiais. Porque ela não se esquece de agradar a si própria também. Ou seja, ela ama o próximo como a si mesma!

Vivemos num mundo relativo, onde o tempo é uma dimensão respeitável que influencia sobremaneira os acontecimentos. Quando se perde o “tempo” das coisas e pessoas, se caminha sozinho. Aí, o último pode ser o primeiro, e o primeiro o último! Vai depender de quem se manteve, ou não, sintonizado com o tempo certo. O tempo certo faz você estar no lugar certo e com as pessoas certas. Isto não é mágica, é disciplina cósmica!

Se isto vale para o tempo que vivemos e conhecemos, imagine você para além dele! O que tem para além do tempo? Tudo aquilo que você já devia ter percebido existir, e que por sabedoria deve amá-lo sobre todas as coisas!

Ou vai me dizer que está na primeira encarnação da sua alma?

Então, sinto-lhe dizer não ser um bom negócio fazer dos últimos tempos, os das profundas mudanças de libertação e conquistas, a sua primeira existência!

Estranho, a sabedoria cósmica não costuma falhar deste jeito, colocando-lhe em posição de visível desvantagem… Será que não é ingenuidade sua, uma recusa da sua parte em acordar e viver com plenitude o seu tempo certo?

Enquanto você toca a vida e pensa, receba o meu forte abraço de paz com alegria.
Ele é pra mim, um sinal inequívoco que foi bom encontrar consigo. Um encontro de sucesso, portanto!

_________________________________________________________________________________________

Dana White.

O cantor Chorão, do conjunto musical Charlie Brown Jr., conheceu o sucesso. Mas será que foi feliz? Ter sucesso é conseguir algo… Ser feliz é estar satisfeito com aquilo que se conseguiu! Portanto, é normal ter metas de sucessos… Mas é um pecado contra si mesmo não sonhar em ser feliz!

__________________________________________________________________________

Anúncios

Publicado em 30 de novembro de 2013, em ARTE, ATUALIDADES, CIDADANIA, CIDADES, CULTURA, ECONOMIA, EDUCAÇÃO, ENTRETENIMENTO, ESPORTES, FILOSOFIA, INFORMAÇÃO, JUVENTUDE, MATURIDADE, MÚSICA, PARADIGMAS, PAZ, PENSAMENTOS, REFLEXÃO, RELIGIÃO, SAÚDE, TV, VOZ DIGITAL e marcado como , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: